EVENTOS
-The English Centre visitou Santiago de Compostela
-The English Centre Rumou a Inglaterra para Estágio Académico
-2ª Viagem Académica a Espanha (01 a 03/05/2009)
-Na Páscoa voltamos a Inglaterra (29/03 a 05/04/2009)
-Operation Christmas Present III
-ARTZ II - De 13 a 27 de Junho de 2008 - Fotógrafos Caldense
-Viagem a Inglaterra - Páscoa 2008
-Pedi Paper - 10 Maio 2008
-Noite de Petiscos - 6 Junho 2008
-The English Centre participou na Corrida da Mulher em Lisboa
-Dia Mundial da Criança 2008
-Viagem a Salamanca - Abril 2008

The English Centre visitou Santiago de Compostela 
O The English Centre dinamizou mais uma actividade com vista à prática das línguas que lecciona em contexto real, ou seja, a ida a um país em que a língua oficial seja aquela que os alunos se encontram a aprender na Escola de Línguas de Caldas da Rainha e Benedita.

Depois do Estágio Académico em Inglaterra em Abril passado, foi agora tempo de seguir viagem até à vizinha Espanha, mais concretamente Santiago de Compostela. O fim-de-semana de 1 a 3 de maio foi a data escolhida para o grupo de cerca de 15 pessoas visitar a cidade do apóstolo e conviver com a população local.

O programa desta visita de estudo teve uma componente maioritariamente de interacção com os locais, aproveitando-se também as visitas turísticas para “beber” um pouco da extensa riqueza histórica que habita a cidade de “nuestros hermanos”.

Aos alunos e outros acompanhantes que aceitaram o desafio foi dado a conhecer a cultura, tradições, gastronomia e hábitos de vida daquela região, revelando uma das alunas que “os espanhóis vivem na rua, têm imensas actividades culturais, são muito animados e super simpáticos”. Para os que já tinham visitado Santiago de Compostela, a apreciação é igualmente positiva: “Já tinha visitado a cidade, mas desta vez tive uma maior oportunidade de falar espanhol e até de conhecer melhor e mais detalhadamente Santiago de Compostela. Adorei!”.

Da Catedral aos mosteiros e conventos, passando pela Universidade, o mercado, os bares e as lojas mais antigas, a visita de estudo foi rica em histórias e lendas que recriaram a vida de Santiago e deram origem à cidade que herdou o seu nome, não descorando a gastronomia típica, de onde se destacam o queijo, as sobremesas de amêndoa e as tapas.

De regresso a Portugal, trazem-se muito boas recordações e a vontade de repetir viagens como esta, não só pela prática da língua, mas pelo convívio e conhecimento que proporcionam entre diferentes gerações.

 

The English Centre Rumou a Inglaterra para Estágio Académico 
Com o regresso às aulas reúnem-se também as entusiastas recordações dos alunos do The English Centre de Caldas da Rainha e Benedita que participaram em mais um estágio académico em Inglaterra. Esta foi a 14ª viagem organizada pela Escola de Línguas, que contou com a participação de cerca de 20 alunos de diferentes turmas, com idades compreendidas entre os 12 e 16 anos.

A primeira semana de férias de Páscoa, mais concretamente de 29 de março e 5 de abril, foi por isso repleta de aprendizagem, cultura e convívio. Os jovens, recebidos por famílias de acolhimento em Hastings com quem partilharam o início e o fim do seu dia-a-dia, iniciavam as suas actividades matutinas com a frequência de aulas práticas de língua inglesa, seguindo-se depois percursos turístico-culturais, através dos quais lhes foi possível contactar não só com a realidade inglesa, mas aperceber dos diferentes hábitos de vida em comunidade, entre eles o rigor e o cumprimento meticuloso de regras.

A pé, de comboio ou de autocarro a visita de grupo incluiu a passagem por locais como Bodiam Castle, Rye, Brighton, Chessigton e Londres, não esquecendo os ícones da capital inglesa Buckingam Palace, Tower Bridge e Big Ben, entre outros.

Hastings foi a cidade escolhida para a estadia por ser um centro urbano preparado logística e culturalmente para acolher estudantes estrangeiros oriundos dos quatro cantos do mundo, proporcionando desta forma intercâmbios culturalmente mais ricos.

Todos os anos, pela altura da Páscoa, o The English Centre prepara um estágio académico para os seus alunos, acreditando ser este não só um estímulo à prática da língua inglesa, mas um reconhecimento do trabalho desenvolvido ao longo do ano lectivo, sendo que este ano houve ainda lugar a um especial elogio por parte do EAC School no que concerne ao nível de inglês e “à vontade” com a língua demonstrados pelo grupo de estudantes portugueses.

O próximo estágio académico promovido pela escola de línguas vai ter lugar entre os dias 1 e 3 de maio em Santiago de Compostela, dirigido desta feita aos alunos de espanhol.  

2ª Viagem Académica a Espanha (01 a 03/05/2009) 
Pela segunda vez consecutiva um grupo de alunos de espanhol das escolas do The English Centre da Benedita e Caldas da Rainha, fazem uma visita de estudo a Espanha, entre 01 e 03 de maio.

Depois da experiência do ano passado, desta vez o destino eleito foi a cidade do Apostolo Tiago, conhecido como um dos maiores centros religiosos da Península Ibérica e grande palco de eventos culturais.

Na expectativa dos alunos participantes, para além do contacto com a língua e a oportunidade de praticar o idioma no seu país de origem, estão ainda, agendadas visitas guiadas, momentos de lazer e cultura e ainda a degustação da famosa gastronomia galega.

A viagem está aberta aos alunos do The English Centre, familiares e amigos.  

Na Páscoa voltamos a Inglaterra (29/03 a 05/04/2009) 
O sucesso alcançado com os Estágios Académicos que levamos a efeito no período da Páscoa em Inglaterra, levam-nos a repetir uma vez mais a viagem este ano.

Recordamos que através do acordo que estabelecemos com um estabelecimento de ensino local, estão salvaguardados todos os aspectos referentes à qualidade de ensino, programa social e alojamento. Esta será mais uma excelente oportunidade para aprofundar os seus conhecimentos da língua e da cultura inglesa, na sua origem e de conhecer Londres com os seus magníficos palácios e museus.

Os alunos serão permanentemente acompanhados durante a viagem por um dos nossos professores.  

Operation Christmas Present III 
Animados pelo grande sucesso dos anos anteriores, vamos pela terceira vez consecutiva levar a efeito uma campanha de recolha de presentes de Natal, a favor do Centro de Acolhimento Temporário e do Lar de Jovens da Santa Casa da Misericórdia de Caldas da Rainha.

Convidamos mais uma vez os nossos alunos e seus familiares das escolas da Benedita e Caldas da Rainha a participarem na OPERATION CHRISTMAS PRESENT III, contribuindo com a sua generosidade para um Natal mais feliz para estas crianças e adolescentes, fazendo-as sentir especiais numa data tão marcante para todos nós.

Conforme os serviços da Santa Casa da Misericórdia, as ofertas de maior necessidade, são as seguintes:

CENTRO DE ACOLHIMENTO TEMPORÁRIO (Bebés de 1 mês a crianças até aos 12 anos): brinquedos pedagógicos, os quais ajudem a desenvolver a linguagem e promovam os estímulos sensoriais.

LAR/INTERNATO FEMININO(Meninas entre os 9 e os 18 anos: roupas, acessórios, artigos de desporto, livros, CD’s, material escolar, etc.

Os artigos podem ser novos ou usados desde que em bom estado de conservação, devendo ser entregues nas nossas secretarias.

A campanha terá lugar entre 2 e 18 de Dezembro.

Com a solidariedade de todos, vamos contribuir para que estes jovens em situação de risco tenham um Natal mais feliz.
 

ARTZ II - De 13 a 27 de Junho de 2008 - Fotógrafos Caldense 
THE ENGLISH CENTRE ACOLHEU ARTZ II

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA ATRAIU CENTENAS DE VISITANTES

Mostrar a visão de fotógrafos ligados à região sobre vários locais do mundo foi o objectivo principal da exposição Artz II que o The English Centre realizou entre os dias 13 e 27 de Junho. Tratou-se de mais uma iniciativa que visou colocar a escola em contacto com a comunidade e contribuir para a cidadania e o crescimento cultural da região.

O The English Centre realizou a segunda exposição que teve lugar no edifício da escola. Esta iniciativa é a sequência lógica dos bons resultados em termos de aceitação do público e das forças vivas da cidade que teve a primeira edição da Artz, realizada em 2007, e que colocou expostos nos vários pisos do edifício do The English Centre nas Caldas da Rainha trabalhos de fotografia, escultura, pintura e desenho. António Catarino, Carlos Ribeiro, Catarina Paramos, Edgar Libório, Marcos Pinto, Mário Caldeira e Pedro Cá, foram os fotógrafos ligados à cidade que aceitaram o desafio de mostrarem em 5 imagens o seu olhar sobre o mundo. Resultado da diferença de gerações, fontes de inspiração e inspiração do momento, as 35 obras expostas captadas em lugares tão dispares como o centro de Caldas da Rainha, vários países do centro da Europa, Norte de África ou Ásia, permitiram aos visitantes concretizarem uma viagem por vários pontos do globo e partilharem o instante e a motivação dos vários fotógrafos ao registarem momentos muitos deles espontâneos, fugindo por completo ao cliché do postal ilustrado.

Sem quaisquer fins lucrativos, o Artz II enquadrou-se na lógica seguida pela direcção do The English Centre de que deverá sempre que possível contribuir para causas e valores sociais e culturais da cidade.

A exposição contou com os apoios da Rádio 94.8 Fm, da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, da Cia Agrícola do Sanguinhal, da Foto Franco, da Gazeta das Caldas, do Jornal das Caldas, da Gracal – Gráfica Caldense, contando ainda com o patrocínio da Auto Júlio Rent.

 

Viagem a Inglaterra - Páscoa 2008 
DE VOLTA A TERRAS DE SUA MAJESTADE.

Como já é tradição, o The English Centre realizou, em Março, mais uma viagem a Inglaterra, onde participaram vários alunos que têm formação na escola de línguas. A experiência foi fantástica e permitiu aos participantes melhorar o seu inglês e conhecer um pouco mais dos costumes ingleses, além, claro, de se divertirem imenso.

Foi há catorze anos que a direcção pedagógica do The English Centre decidiu que levar os seus alunos a viajar até Inglaterra seria uma excelente opção para colocá-los mais em contacto com a língua que aprendem. Desde então, a viagem a “Terras de Sua Majestade” tornou-se uma tradição. Por isso, a viagem deste ano, que decorreu entre os dias 16 e 23 de Março, foi já a décima segunda desta já longa tradição da escola.

Hastings foi o local escolhido como destino da viagem. Cidade do sul de Inglaterra, localizada no condado de East Sussex com o Canal da Mancha a banhar as suas margens, dedica-se essencialmente ao turismo e à pesca, sendo conhecida pela histórica Batalha de Hastings, que teve lugar em 1066 e marcou o início do domínio normando da Inglaterra.

Esta pequena cidade com pouco mais de 80 mil habitantes é, segundo Anabel, do corpo docente do The English Centre, o palco ideal para estas viagens, já que reúne as principais características da cultura inglesa, sem ser grande e confusa, o que poderia dificultar a estadia dos alunos. “É suficientemente pequena para que os alunos possam ficar de forma tranquila na casa das famílias que os acolhem, todos perto uns dos outros. Esta é uma boa forma de perceberem ainda melhor os costumes locais, pois cumprem os horários, tomam o pequeno-almoço e jantam no seio de uma tradicional família inglesa”, explica Anabel. O processo de selecção das famílias que acolhem os jovens é feito pela EAC, uma conceituada escola inglesa, mediante rigorosos critérios de exigência.

Mas os alunos, com idades compreendidas entre os 12 e os 16 anos, não ficaram todo o tempo junto das famílias que os acolheram. Durante as manhãs houve lugar a aulas que decorreram entre as nove e o meio-dia, com a participação de alunos de todas as partes do mundo. Depois do almoço era a altura das visitas, com a oportunidade de conhecer diversas localidades nas imediações, castelos, monumentos e, claro, de fazer compras e conviver com os habitantes locais. “Sinceramente, estava à espera de um país muito feio, mas é tudo lindo e, apesar das diferenças iniciais, acabamos por nos habituar e passamos a gostar de estar cá”, referiu Tatiana Machado, uma das alunas participantes, que ficou muito bem impressionada com a comida inglesa e apenas lamentou o mau tempo que se fazia sentir. João Fernandes também gostou de conhecer uma nova cultura, mas tem a mesma opinião sobre o clima inglês. “É tudo muito fixe, mas há coisas que eu já esperava, como o tempo. É muito mau aqui, muito frio, muito vento. E há outras coisas que eu pensava que eram diferentes do que são em Portugal, mas até são parecidas. Tem sido engraçado”, afirma.

Depois das aulas, das visitas e das actividades lúdicas, os alunos regressavam às famílias de acolhimento e, por volta das dez e meia da noite, iam dormir. Hábitos bem diferentes dos portugueses, como confirma Marta Guimarães. “Deitam-se mais cedo, levantam-se mais cedo, jantam mais cedo, tomam o pequeno-almoço mais cedo. É tudo mais cedo”, ri-se. Outra característica do povo inglês é a sua pontualidade. Beatriz Isaac ficou surpreendida com essa característica e refere que “toda a gente aqui tem que ser muito pontual e nós às vezes acabamos por nos atrasar. Até chegamos a marcar horas mais cedo só para que as pessoas cheguem à hora que queremos. Esta é uma qualidade que nós devíamos aprender com os ingleses”.  


Pedi Paper - 10 Maio 2008 

THE ENGLISH CENTRE REALIZOU PEDI PAPER ALUNOS DA ACADEMIA DE LÍNGUAS DE CALDAS DA RAINHA E BENEDITA CAÇARAM TESOURO NO PARQUE D. CARLOS I

Aprender inglês enquanto se passeia ao ar livre e se conhece um dos mais bonitos parques da Península Ibérica. Este foi o desafio proposto pelo The English Centre para o Pedi Paper organizado no dia 10 de Maio. O Pedi Paper teve lugar nas Caldas da Rainha, no magnífico Parque D. Carlos I, e destinou-se a jovens alunos das escolas de Caldas da Rainha e Benedita que frequentam a academia de línguas, com idades compreendidas entre os 8 e os 11 anos. Os participantes tiveram a oportunidade de participar numa série de passatempos, desafios e actividades, seguindo pistas, decifrando enigmas, anagramas e puzzles, e respondendo a perguntas, sempre em inglês, até alcançarem o objectivo final. “Esta é uma forma divertida de interagir com os alunos, de os fazer praticar a língua e as indicações práticas, como por exemplo de direcções, e, ao mesmo tempo, dar a conhecer este belo parque que existe nas Caldas da Rainha, mas que muita gente não conhece convenientemente”, explicou a directora pedagógica da escola.

De realçar que, no ano passado, o Pedi Paper anual do The English Centre foi realizado no Paul de Tornada tendo o tema na altura estado relacionado com a fauna e flora local.

 

Noite de Petiscos - 6 Junho 2008 
ENCONTRO DE ALUNOS

A escola voltou a promover mais um encontro com os seus alunos, oferecendo a oportunidade de convívio e prática das várias línguas leccionadas no instituto entre os seus alunos adultos. Uma noite divertida com troca de experiências e boa gastronomia.

 


The English Centre participou na Corrida da Mulher em Lisboa 
THE ENGLISH CENTRE PARTICIPOU NA CORRIDA DA MULHER

Três professoras do THE ENGLISH CENTRE integraram-se num grupo de cerca de duas dezenas de mulheres de Caldas da Rainha, para participarem na III edição da Corrida da Mulher, a qual teve lugar em Lisboa a 25 de Maio de 2008.

Fazendo da sua participação um gesto de apoio à causa do cancro da mama, e solidariedade às mulheres com esta doença e ao mesmo tempo contribuindo para a sua prevenção através do rastreio, a equipa do THE ENGLISH CENTRE quis com a sua presença, para além de alcançar a meta com êxito, contribuir para o movimento de apoio a esta iniciativa, angariando também uma soma em dinheiro.  


Dia Mundial da Criança 2008 
O DIA DE TODAS AS CRIANÇAS - THE ENGLISH CENTRE VOLTA A COMEMORAR

Como habitual há alguns anos a esta parte, o THE ENGLISH CENTRE prepara uma festa especial para todas as crianças o que voltou a acontecer no passado sábado dia 31 de Maio.

Beneficiando de uma manhã sem chuva, o corpo docente mobilizou-se em força e produziu todo um conjunto de materiais para levar os convidados e ocasionais jovens artistas a dar largas à sua imaginação numa manhã de convívio, muitas brincadeiras e pinceladas.

O mural alusivo à felicidade das crianças de uma forma universal, foi um dos motivos de maior atracção talvez pela dimensão e convite ao uso das cores fortes da tinta.

Presentes ‘de corpo e pincel’, estiveram também pais e avós, não resistindo em muitos casos a voltarem a ser crianças.

Centenas de crianças participaram em mais esta iniciativa do THE ENGLISH CENTRE, como visível nas fotos da reportagem.

 


Viagem a Salamanca - Abril 2008 
NA CIDADE DOS ESTUDANTES E DAS CEGONHAS.

Seguindo a tradição de levar os alunos de inglês a Inglaterra para melhorarem a sua prática na língua, o The English Centre organizou em Abril, pela primeira vez, uma viagem a Espanha para os seus alunos de espanhol. Salamanca foi o destino escolhido e o balanço é extremamente positivo.

O bom tempo acompanhou a viagem que o grupo de alunos de espanhol do The English Centre fez até Salamanca, cidade histórica espanhola. A professora Paloma Ruano Silva acompanhou os alunos que, assim, tiveram a oportunidade de praticar a língua no seu habitat natural, convivendo com os nativos falantes e observando como se processam as conversações reais.

O grupo viajante era bastante homogéneo e multicultural, o que ajudou a que a viagem fosse não apenas educativa, mas também divertida. Olena Gomes, ucraniana que está há nove anos no nosso País, foi uma das viajantes. Técnica de controlo de qualidade, gostou imenso de Salamanca e dos seus monumentos. “Há uma grande diferença entre os monumentos de Salamanca e os da Ucrânia e Portugal. E estar ali a falar com os espanhóis foi uma boa experiência, pois aprende-se ainda melhor as expressões”, afirma. Justino Sobreiro, Engenheiro Agrónomo na multi-nacional holandesa Van Amerongen, assinalou a visita à Catedral de Salamanca como o momento mais marcante da viagem, pela sua envolvência arquitectónica. “É uma cidade cosmopolita e gostei de ver tantos estudantes”, acrescenta. Marla Gomes, médica anestesista, gosta de aprender e, com as suas gargalhadas e boa disposição, adorou o convívio com os colegas. “Estas viagens são extremamente importantes para verbalizar e tirar dúvidas de um modo simples e espontâneo”, acredita.

Para a professora, Paloma Ruano Silva, a experiência também foi muito positiva. “Os alunos corresponderam às expectativas quanto à sua capacidade de conversação, o que me deixa muito orgulhosa”, afirma. Curiosamente, apesar de ser espanhola, só conhecia Salamanca de passagem, pelo que a viagem acabou por ser também uma experiência intensa para si. “Foi uma oportunidade para conhecer a cidade.” Para ela, sem esquecer a história, “o ambiente da rua, o convívio e o calor humano foi o mais marcante”, conclui.

A cidade

Banhada pelo Rio Tormes e pertencente à Junta Administrativa de Castilla y León, Salamanca é uma das mais históricas cidades de Espanha, possuindo inúmeros monumentos, como a universidade, a Sé Velha, a Sé Nova, diversas igrejas, capelas e casas nobres e senhoriais, com a maior parte dos monumentos antigos construídos em arenito. Considerada como a cidade onde mais correctamente se fala o castelhano, tem uma população de quase 180 mil habitantes, sendo que mais de um quarto são estudantes. A isso não será certamente alheio o facto de ter uma forte tradição estudantil e académica. O primeiro Colégio de Espanha foi aqui fundado, no Séc. XV, e passaram pela sua universidade, fundada em 1218, nomes como Miguel de Unamuno, Lope de Vega e o autor de “Dom Quixote”, Miguel de Cervantes. Frei Luís de Leon foi um dos catedráticos mais famosos da universidade. Perseguido pela Inquisição esteve preso durante 5 anos. Quando regressou à faculdade iniciou a aula dizendo: “Como dizíamos ontem…”.

A tradição estudantil da cidade é tão grande que numa das capelas da Catedral Nova ainda se celebram casamentos dos antigos alunos da universidade. Eram quarenta as faculdades que constituíam a Universidade Pontífice no seu auge, que era apoiada directamente pelo Papa, pela sua elevada capacidade de produção de intelectuais. Por isso, o símbolo da universidade é o mesmo do Vaticano.

Uma das características mais curiosas sobre a cidade de Salamanca é a enorme quantidade de cegonhas que têm o seu habitat nas torres e pináculos de igrejas e catedrais. A cegonha é um símbolo de sorte e bons augúrios para os espanhóis.

Em termos de monumentos, destaque para a Catedral Nova, gótica, construída entre 1513 e 1733. Levou 220 anos a concluir e foi a última do seu estilo a ser edificada em Espanha. Os vitrais partiram-se com o terramoto de Lisboa e a sua torre, com os seus 106m de altura é a mais alta das catedrais góticas da península. Também a Casa das Conchas é um local a visitar, tendo sido construída para habitação do professor universitário D. Rodrigo Arias Maldonado em 1490. O seu nome deriva do facto de possuir 344 conchas esculpidas, símbolos do apóstolo São Tiago, já que Salamanca fica na rota de um dos caminhos da cidade do apóstolo.

A Plaza Mayor é outro local de visita obrigatória, sendo o centro nevrálgico da cidade, símbolo da organização administrativa e poder do estado. É um local simétrico, elegante e ensolarado, onde todos os habitantes, jovens e menos jovens, se encontram, e é frequente ver grupos de estudantes sentados no chão a conversar. A praça é o símbolo da apetência dos espanhóis saírem á rua para passear, tomar um copo, comer tapas, conviver e falar interminavelmente.  

Caldas da Rainha

Rua Heróis da Grande Guerra, nº 89 - 2º A
Apartado 471
Edifício Centro Comercial D Carlos I
2504-914 Caldas da Rainha

Benedita

Rua Dr Joaquim Augusto de Carvalho, nº 5 - 1º DTº
2475-133 Benedita
The-english-centre.com 2008-2018 Todos os direitos reservados              Desenvolvido por: ANALOGIA, LDA.